Tipos de pele: aprenda skincare adequada para você!

Foto tirada do reflexo de um espaço de redondo de bordas pretas. Uma mulher negra de pele mais clara se olha nele, com uma máscara adesiva ao redor dos olhos e toca seu rosto, mostrando um cuidado com um dos tipos de pele.

O termo “skincare” se popularizou muito no universo da beleza nos últimos anos, assim como o movimento do autocuidado. 

Não existe idade certa para começar a se cuidar e cuidar da pele, inclusive, os dermatologistas indicam que quanto antes, melhor. Por isso, que tal hoje? 

Mas, antes de começar a buscar por produtos e correr atrás de todos aqueles passos de tratamento, você precisa conhecer os tipos de pele e identificar qual é o seu.

Você sabe fazer a skincare adequada para a sua pele? Nesse post, vamos te guiar neste universo da beleza e ensinar como cuidar dos diferentes tipos de pele.

Básicos da skincare 

A skincare é vista por muitos como um ritual de autocuidado, tanto da beleza, quanto do bem-estar. De modo geral, os cuidados com a pele são feitos em dois horários preferencialmente, manhã e noite.

Uma skincare básica, porém completa, segue alguns passos principais: limpeza, tonificação, tratamento, hidratação e proteção

Claro que, dependendo da sua preferência ou das indicações do seu dermatologista, essa rotina pode ser maior ou menor. E os diferentes tipos de pele têm necessidades específicas, por isso usam produtos próprios e adequados.

Qual a importância de cuidar dos tipos de pele?

A pele é o maior órgão do nosso corpo. Ela serve como barreira protetora contra raios solares, poluição e outras impurezas do dia a dia, por isso é essencial zelar pela sua saúde.

Ter uma rotina de cuidados com a pele é muito importante para mantê-la saudável, limpa, hidratada e jovem por mais tempo. 

Preservar o bem-estar da cútis não previne apenas o envelhecimento, mas também evita doenças, como o câncer de pele, acne e dermatite.

Para conseguir ter todos os benefícios da skincare, é importante utilizar produtos que se adequam ao seu tipo de pele. E entender quais as necessidades da sua pele é indispensável para encontrar os tratamentos apropriados. 

Queremos reforçar que ter acompanhamento de um médico dermatologista é fundamental quando começamos um tratamento de pele. Ele é o profissional especializado para recomendar produtos eficazes para suas particularidades. 

Descubra a seguir como identificar os tipos de pele e quais os métodos para tratar cada uma!

Os tipos de pele e seus cuidados

A mulher está de costas para a imagem em um fundo liso e azul, vestindo roupão e toalha na cabeça, ela segura uma máscara facial hidratante com o formato do rosto à sua direita enquanto olha para ela.
A hidratação é essencial para a skincare. Ela promove a renovação celular da pele e contribui para o rejuvenescimento.

A pele do rosto é uma das áreas mais sensíveis do corpo e precisa de uma atenção diferenciada e cuidados exclusivos. Por essa razão, é importante saber qual o seu tipo de pele e quais cuidados você deve ter diariamente para mantê-la saudável e jovem.

Existem quatro tipos de pele: 

  • Normal
  • Seca
  • Mista
  • Oleosa 

Cada uma com características específicas quanto à textura, opacidade e tamanho dos poros. Portanto, cada cútis necessita de tratamento e atenção especiais.

Pele normal

“Normal” é um termo utilizado para se referir a pele balanceada, sendo aquela que tem um equilíbrio entre a umidade e o sebo. 

Peles normais podem apresentar ocasionalmente maior oleosidade na zona T, principalmente durante mudanças hormonais e ao final do dia.

Geralmente, ela tem textura saudável e aveludada, sem excesso de brilho ou ressecamento. Seus poros são, na maioria das vezes, pequenos e pouco visíveis.

Cuidados com a pele normal

Os cuidados com a pele normal são básicos e devem ser, principalmente, de prevenção, pois ela não precisa de um tratamento especial.

Para manter seu equilíbrio, deve-se realizar a limpeza diariamente com um sabonete facial suave, tonificá-la após a limpeza, hidratar suavemente e proteger contra manchas.

Os tônicos mais indicados para pele normal têm baixa concentração de álcool e propriedades calmantes, levemente adstringentes. Os hidratantes devem ser suaves e de preferência em loção, contendo água e óleos minerais. 

Tipos de pele: Pele seca

A pele seca é uma pele caracterizada por não reter o volume de água necessário

De modo geral, isso está associado à produção reduzida de lipídios, o que também diminui a produção de óleo natural, ocasionando uma perda no escudo protetor da cútis. 

Isso a torna mais sensível às influências externas, como o tempo frio e seco, vento e a radiação ultravioleta, que contribuem para seu ressecamento.

A pele seca ou ressecada normalmente apresenta poros invisíveis, pouca luminosidade e viço. Costuma ser pouco elástica e pode desenvolver rugas com mais facilidade. 

Sua aparência é mais rígida e é mais propensa à irritação, descamação e vermelhidão. Essa pele tem maior tendência ao aparecimento de linhas finas ou fissuras e ao envelhecimento precoce. 

Extremamente seca 

Existe uma variação da pele seca que é a pele extremamente seca, que costuma estar presente em certas áreas do corpo, como mãos, pés, cotovelos e joelhos.

Podendo apresentar aspereza, rachaduras, calos, descamação e coceira frequente, esses casos são mais encontrados em pessoas com mais idade ou que têm um desgaste maior nessas regiões. 

Cuidados com a pele seca

Mulher idosa de olhos fechados, em um fundo bege, com cabelos loiros bem claros na altura dos ombros. Ela passa creme hidratante em sua bochecha com suas mãos, demonstrando um cuidados para tipos de pele seca.
A pele serve como barreira protetora contra as impurezas do dia a dia. Por isso, é essencial zelar pela sua saúde.

Por ser uma pele sensível, ela necessita de mais cuidado. 

Procure utilizar uma loção de limpeza suave de boa qualidade e evite lavar o rosto com água quente ou esfregar a pele com a toalha. A melhor forma de secar é pressionando a toalha delicadamente no rosto para não arranhá-la. 

Além disso, é primordial ter na sua rotina de skincare um bom creme hidratante. Hidratar a cútis faz com que o teor de água dela aumente, protegendo-a e incentivando a renovação celular. 

Uma dica para quem tem esse tipo de pele é fazer uma esfoliação pelo menos duas vezes ao mês para retirar as células mortas e facilitar a hidratação.

A utilização de séruns antes do creme hidratante é um reforço extra na skincare que pode favorecer ainda mais a hidratação, pois eles se adaptam melhor ao ressecamento e repõem a água.

Alguns outros cuidados para quem possui esse tipo de pele são ingerir pelo menos dois litros de água por dia, evitar produtos à base de álcool e dar preferência aos óleos. 

O óleo de Macadâmia ou o óleo de Rosa Mosqueta são ótimas opções, pois possuem propriedades que nutrem profundamente a pele e ajudam a atenuar estrias, cicatrizes e rugas na cútis.

Cuidados com a pele extremamente seca

O ideal para a rotina de skincare da pele extremamente seca é optar por produtos com ação calmante, anti-irritação e sem parabenos (conservantes). 

Aplicar água termal também pode auxiliar para acalmar as irritações desse tipo de pele.

Mista

A pele mista é o tipo de pele mais comum entre os brasileiros. Apresenta aspecto oleoso e poros dilatados na zona T, podendo apresentar acne nessa região e é seca nas bochechas e extremidades.

Esse tipo de pele pode ser confundido com a pele oleosa, mas os cuidados com cada uma são diferentes.

Cuidados com a pele mista 

A pele mista é um dos tipos de pele que mais necessita de atenção. 

Ela exige que a limpeza seja feita pelo menos duas vezes ao dia, com um sabonete líquido ou um gel de limpeza suave. É recomendado tonificar a zona T usando adstringentes com baixo teor de álcool.

Os hidratantes mais indicados são os de textura leve. Entre os princípios ativos em evidência estão as ceramidas e o ácido hialurônico, que estimulam a produção de colágeno.

No fator proteção é indicado utilizar protetores solares livres de óleo ou em gel. É aconselhável fazer uma esfoliação a cada 15 dias para remover as células mortas.

Em sua skincare, evite aplicar em excesso adstringentes com soluções alcoólicas. Opte por séruns, géis e fluidos. 

Cosméticos com oil-free são a melhor opção para peles do tipo mista. 

Tipos de pele: Oleosa

Mulher de cabelos escuros presos em um coque, se olha no espelho e toca seu rosto ilustrando um dos tipos de pele, a oleosa.
Peles do tipo oleosa precisam controlar a produção de sebo com uma higienização e hidratação corretas.

A pele conhecida como oleosa tem maior produção de sebo

Essa alta produção pode surgir por vários fatores, como, genética, mudanças hormonais, medicamentos, alimentação com alto teor de gordura, estresse e dermocosméticos comedogênicos (produtos que causam irritação).

A pele oleosa apresenta poros dilatados e muito visíveis, aparência grossa e pálida, brilho excessivo, cravos e diversas formas de acne.

Acneica

A pele acneica é uma variação da pele oleosa. 

Ela apresenta grande concentração de cravos e espinhas, que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos.

A acne pode ter diferentes níveis, com várias causas e opções de tratamentos

Cuidados com a pele oleosa

Quando falamos de pele oleosa, devemos prestar atenção nos excessos. Normalmente, quem tem esse tipo de pele costuma lavar o rosto várias vezes ao dia, mas essa ação pode aumentar mais a oleosidade.

A limpeza em excesso pode causar o que chamamos de efeito rebote, em que a pele entende que precisa produzir mais sebo para compensar o que está sendo agressivamente retirado.

Para evitar o efeito rebote é indispensável fazer a limpeza correta e utilizar cremes hidratantes pouco gordurosos. Hidratar a pele é fundamental para controlar a produção de óleo.

Incluir máscaras faciais nos cuidados com a pele, podem melhorar muito a condição dessa cútis. Busque sempre por produtos livres de óleo e com textura fluida, podendo também ser gel-creme, loção e sérum.

Cuidados com a pele acneica 

O tratamento da pele acneica pode ser complexo, pois a acne pode surgir a partir de vários fatores.

Por se tratar de uma cútis inflamada, o acompanhamento por um dermatologista é essencial para quem possui esse tipo de pele. 

Fazer limpeza de pele em uma clínica de estética especializada é outro ponto importante para amenizar a situação da acne. 

Os dermocosméticos recomendados são os conhecidos como  ácidos e eles têm a função de controle de oleosidade, tendo ação secativa e não comedogênica. No entanto, seu uso é mais agressivo e deve ser recomendado por um especialista.

Lembre-se desses cuidados para todos os tipos de pele!

O uso indevido de dermocosméticos pode ocasionar diversos problemas ou até mesmo piorar a situação da pele.

Um passo essencial da skincare é a proteção solar, sendo que todas as peles necessitam de proteção, independente do seu tipo, coloração e idade. 

O protetor solar evita o envelhecimento precoce e previne o câncer de pele. 

Outro ponto fundamental da skincare é sempre retirar a maquiagem antes de dormir. Dormir ou passar muitas horas com maquiagem obstrui os poros, impedindo a pele de respirar, o que leva ao aumento de sebo.

Para manter a saúde de sua pele, siga corretamente os passos da skincare e vá regularmente ao médico dermatologista. Cuidar da pele é sinônimo de saúde e bem-estar.

Gostou desse conteúdo? Leia mais sobre cuidados com todos os tipos de pele em nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *