Saiba como cuidar do cabelo ressecado e identificar seu tipo de fio

Você está com o cabelo ressecado? Devolver a vida dos cabelos ressecados pode ser mais complicado do que imagina, isso porque se não conhecermos o nosso cabelo e se usarmos produtos inapropriados e agressivos a fibra capilar, podemos só agravar o problema.

Para evitar que isso aconteça, opte por cosméticos orgânicos livres de químicas, óleos e parabenos, que além disso são cosméticos sustentáveis, protegendo a saúde dos fios e a saúde da terra.

A seguir, na Slow Beauty, descubra formas práticas e assertivas, cuidando dos cabelos sem uso de agentes químicos.

Saiba como cuidar do cabelo ressecado e identificar seu tipo de fio.

O que é um cabelo saudável?

Um cabelo saudável é aquele macio, brilhoso e forte, ou seja, um cabelo que não está quebradiço, elástico, seco ou oleoso.  

Como pode ver, é difícil chegar a um cabelo 100% saudável, isso porque questões como genética, químicas, clima, alimentação e idade podem alterar os fios.

Mas isso não quer dizer que não possamos, através de alguns truques, deixar o cabelo mais bonito e cheio de vida possível.

Cabelo ressecado
Um cabelo bonito é um cabelo saudável. Saiba: cabelo ressecado o que fazer, o que é bom para cabelo ressecado e como tirar o ressecamento do cabelo. | Foto: Freepik.

O que é um cabelo ressecado?

O cabelo ressecado é aquele que possui as cutículas mais abertas, e apesar de os fios ainda terem algum aspecto saudável, possuem danos causados por questões diversas já citadas anteriormente.

Os cabelos crespos e cacheados são os que mais sofrem com o ressecamento dos fios, isso porque a oleosidade natural presente no couro cabeludo possui certa dificuldade em escorrer para as pontas dos fios. Quanto maior a curvatura dos cachos maior tendência ao ressecamento.

O cabelo é composto por lipídios, proteínas e água. Componentes que tem funções importantes para manter o equilíbrio e saúde dos fios.

Os lipídios são gorduras responsáveis por manter a lubrificação dos cabelos e fechar cutículas. Sendo assim, um cabelo ressecado, que possui uma ausência adequada de óleos, além de ficar opaco, também fica mais exposto a danos, uma vez que as cutículas fechadas protegem o córtex.

As proteínas são responsáveis pela massa capilar e proporcionam densidade, força e resistência, evitando que o cabelo fique frágil, elástico e quebradiço. A principal fonte de proteína que compõe os cabelos é a queratina. A água é importante para trazer maciez e maleabilidade aos fios.

Um cabelo sem uma boa quantidade desses nutrientes, é um cabelo ressecado e sem vida.

O que deixa o cabelo ressecado?

A seguir, veja que fatores podem causar a desidratação dos fios:

Genética

Algumas pessoas já têm uma predisposição genética para ter os cabelos menos hidratados. 

Chamamos esses cabelos de cabelos secos. Esses fios merecem uma maior disposição para manter a quantidade hídrica das madeixas em dia.

Químicas

Outra questão que pode contribuir para o ressecamento dos fios é a adição de químicas, como descoloração e tintura, que deixam o cabelo mais áspero e frizzado.

Lavagem

Lavar o cabelo com produtos cheios de sulfato ressecam os fios pois por ser um agente agressivo retira muito da oleosidade natural do cabelo.

Mas é importante tomar cuidado com os cabelos mistos. Cabelos com o couro cabeludo oleoso e comprimento seco necessitam de uma limpeza mais suave que limpe bem o couro cabeludo,  porém não danifique as pontas.

Altas temperaturas

Fontes de calor prejudicam a saúde dos fios, isso inclui sol, chapinha e água quente. 

Claro que não é necessário deixar de ir pra praia ou usar chapinha e secadores de cabelo. O importante é usar protetor térmico na hora de secar e chapar os fios e protetor solar capilar (sim, existem protetores solares que protegem os fios!). 

Também evite usar água quente e pegar muito sol.

Alimentação

Uma alimentação com poucos nutrientes pode enfraquecer não só pele e unhas mas também as madeixas.

Uma alimentação rica em zinco, potássio, cálcio, magnésio, vitamina C, vitamina E e Lipídios como já citamos nesse artigo, bem como beber no mínimo dois litros de água por dia ajudam a manter o cabelo sedoso, forte e brilhante.

Idade

A partir dos 40 anos, os fios ficam mais frágeis porque o corpo começa a ter mais dificuldade para produzir nutrientes necessários para a fibra capilar. Essa mudança na fibre exige um cuidado maior com as madeixas, hidratando semanalmente.

Após a menopausa, é necessário que ao optar por continuar a colorir os fios, preferir o uso de tonalizantes que são menos agressivos que tintas e não usar produtos com amônia.

Como cuidar de cabelos secos e ressecados?

Confira as dicas:

Hidratação

Para garantir a reposição hídrica, ou seja, a água dos fios, é necessário seguir um cronograma de hidratação, de preferência com produtos sem óleos e parabenos. 

A nutrição devolve a oleosidade que falta no comprimento dos fios. Faça o uso de máscaras que contenham óleos naturais e manteigas como pantenol, babosa e glicerina. O uso desses óleos naturais com regularidade fecha as cutículas e cutículas fechadas refletem a luz, o que deixa os fios bem mais bonitos. 

Umectação

A umectação é uma forma mais intensa de cuidar dos cabelos ressecados. Como o próprio nome diz, é uma forma de umidificar os cabelos. 

Com cosméticos orgânicos que contenham substâncias como óleo de coco, óleo de argan e  azeite de oliva, os cabelos são banhados por todo o comprimento e devem permanecer assim por pelo menos duas horas, você pode dormir com eles molhados dentro de uma touca de cetim para intensificar o efeito.

Após essa etapa, você pode lavar o cabelo normalmente, com produtos sem sulfato, para evitar que o cabelo fique novamente ressecado.

Reconstrução

A reconstrução nos cabelos ressecados devolve a massa dos fios através de proteínas dando força aos cabelos. Esse tratamento, deve ser usado como um tratamento complementar, pois não hidrata o cabelo e sim oferece resistência através de uma máscara rica em proteínas.

Acidificação

A acidificação reequilibra o pH dos fios. O pH ideal da nossa fibra capilar para ficarmos com as cutículas seladas, possui acidez entre 4,2 e 5,8. Esse pH pode ficar exageradamente alcalino pelo uso de químicas como descoloração e relaxamento. Lembrando que cabelos ondulados, crespos e cacheados possuem o pH mais alcalino e consequentemente são mais secos.

Para evitar que os fios fiquem com as cutículas abertas ásperos e opacos recomenda-se o uso de produtos acidificantes, que são cremes com pH mais baixo, regulando o pH da haste capilar. 

Cuidados

Usar finalizadores que selam as cutículas e restauram a massa dos cabelos ressecados como séruns e cremes ajudam a manter as madeixas bonitas no dia a dia. Usar chapéus e bonés em dias ensolarados também ajudam a proteger os fios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

compartilhe nas redes sociais!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn